A Turma 10B

segunda-feira, junho 26, 2006

1-Sim. Mas temos de fazer um download da página.



2-O serviço WWW surgiu em 1989 como um integrador de informações, dentro do qual a grande maioria das informações disponíveis na Internet podem ser cessadas de forma simples e consistente em diferentes plataformas.
A forma padrão das informações do WWW é o hipertexto, o que permite a interligação entre diferentes documentos, possivelmente localizados em diferentes servidores, em diferentes partes do mundo. O hipertexto é codificado com a linguagem HTML (Hypertext Markup Language), que possui um conjunto de marcas de codificação que são interpretadas pelos clientes WWW (que são os browsers, como o Netscape).
Vantagens do uso do WWW no Ensino à Distância

OWWW permite a apresentação de conteúdo multimídia (texto integrado com som, imagens e vídeo, provendo ao professor a possibilidade de enriquecer o material institucional tornando-o mais claro e motivador;
O WWW consiste em um ambiente bastante amigável, o que permite sua manipulação por usuários com pouca intimidade no uso de computadores;
É, potencialmente, um ambiente integrado, pois é possível visualizar as diferentes mídias dentro do próprio browser WWW. Além da capacidade de visualizar texto formatado e figuras, que são comuns na maioria dos browsers, a maioria dos browsers são capazes de executar aplicações auxiliares externas, denominadas helper applications, para visualizar outras mídias. Os browsers Netscape e Internet Explorer também permitem a instalação de plugins, que são programas que estendem a capacidade dos browsers, permitindo que outros formatos de dados possam ser visualizados dentro do próprio browser. Atualmente existem plugins para visualizar documentos VRML, vídeo, áudio, entre outras mídias. O suporte a helper applications e plugins é de extrema importância, principalmente para os usuários com pouca familiaridade no uso de computadores, pois torna a tarefa de "chamar" diferentes programas para executar as diferentes mídias transparente ao usuário;
Permite o uso de hiperlinks, possibilitando ao educador uma melhor estruturação do conteúdo e fornecendo ao aluno uma liberdade maior na "navegação". No entanto, o projecto da estrutura de hiperlinks de um hiper documento deve ser cuidadosa, pois devido a liberdade de navegação, é bastante comum que o aluno/usuário fique "perdido no ciberespaço".
Favorece uma educação activa, já que é oferecido um ambiente no qual o aluno actua no processo de descoberta de novos conhecimentos, ao invés de ser apenas um passivo receptor de conhecimentos, e o professor deixa de ser o único detentor e transmissor do conhecimento para assumir a não menos importante tarefa de orientador, organizando o acesso à informação e estimulando a colaboração entre os alunos. Além disso, permite-se que o aluno aprenda escolhendo e desenvolvendo o seu próprio estilo de aprendizagem;
Possibilita de acesso às informações através de diferentes plataformas de hardware e software,
Por ser uma ferramenta assíncrona, possui também a flexibilidade de horário, permitindo que o aluno estude um material disponibilizado no WWW no momento que lhe for mais adequado;
As ferramentas como browsers, plugins e helper applications geralmente são disponibilizadas a um preço bastante acessível .



3-Os Links são ligações ou passagens dos quais se pode saltar para outra parte.
-do memo documento (outra parte na mesma página.)
-de outro documento do mesmo site.
-de outro documento em qualquer, em qualquer computador de rede.



4-Sim.Mas com o passar de algum tempo acaba por desaparecer.



5-O sinal de proibido.




André Machado nº23 10ºB
  1. É possível navegar “offline”?

Sim, desde que se tenha feito um download prévio da página.

2. Em que consiste a World Wide Web (www.)?

A World Wide Web -- "a Web" ou "WWW" para encurtar -- ("teia do tamanho do mundo", traduzindo literalmente) é uma rede de computadores na Internet que fornece informação em forma de hipertexto. Para ver a informação, pode-se usar um software chamado navegador para descarregar informações (chamadas "documentos" ou "páginas") de servidores de internet (ou "sites") e mostrá-los na tela do usuário. ...

O que é a World Wide Web?

  • A World Wide Web (WWW), designada habitualmente apenas por a Web, é formada por muitas redes de computador ligadas entre si que se estendem por quase todo o mundo.
  • Todos os computadores que estão ligados à Web podem comunicar uns com os outros.
  • A comunicação entre os computadores que estão na Web faz-se usando o protocolo padrão HTTP ("HypertText Transfer Protocol,") que significa: Protocolo para a Transferência de HiperTexto.

Como funciona a WWW?

  • Na Web a informação é normalmente guardada em documentos designados por páginas da Web.
  • As páginas da Web são constituídas por ficheiros que estão guardados em computadores designados por servidores da Web.
  • Os computadores usados para ler as páginas da Web são designados por clientes da Web.
  • Os clientes da Web usam um programa de software designado por Web browser (ou navegador da Web) para apresentar as páginas graficamente.
  • Os browsers mais populares são o Microsoft Internet Explorer e o Netscape, mas o Mozilla (do qual derivam as versões modernas do Netscape) revela muitas qualidades que já superam o MSIE. A versão 7 do browser Opera também revela qualidades que merecem a nossa atenção.


3. Defina “link”.

Em 1963, Theodor Holm Nelson, filósofo e professor da Universidade de Oxford (Reino Unido) propôs que a leitura poderia ser uma experiência não-linear, ou seja, que novos conceitos e definições devem ser disponibilizados ao leitor à medida que ele necessite deles. O hiperlink ou, simplesmente, link, é resultado direto disso: toda vez que clicamos em um deles em uma página da web nos é apresentada outra informação.

Portanto, os links são ligações ou passagens por meio das quais se pode saltar para outra parte

- do mesmo documento (outra parte na mesma página),
- de outro documento do mesmo site,
- de outro documento, em qualquer computador da rede,

Pode-se também, criar links para endereços de correio eletrônico. E olink pode apontar para qualquer recurso disponível na Web: uma imagem, um arquivo de som, um filme, etc.

Portanto, é dos links que vem o principal poder do HTML, pois permitem fazer os saltos, ou seja a navegação na Internet. Ou seja, eles criam a possibilidade de acesso real à informação e à pesquisa em um volume de dados enorme, a uma velocidade nunca antes pensada.

Os programas navegadores (entre eles o Mozilla, "Navigator" da Netscape, o "Internet Explorer", o "Opera", o "Planet") destacam os links, que, de modo geral, aparecem com cores diferentes do texto simples e/ou sublinhados, sendo que as cores podem ser personalizadas

(como se pode ver no item "As cores dos links" - a seguir).

Formatação dos links:

Para facilitar a navegação pode-se usar cores diferentes para os links:

- LINK: é a cor dos links não visitados
- ALINK: é a cor que os links devem piscar no momento em que são acessados
- VLINK: é a cor dos links já visitados

Ou seja, os navegadores guardam a informação sobre os links já visitados pelo usuário em um certo período de tempo, assim é muito útil que a cor dos links já visitados seja diferente da cor dos não visitados, para orientar o visitante quanto ao que já viu ou não.

Além disso, o link pode piscar em outra cor, diferente dessas duas, no momento em que é clicado pelo usuário, para chamar a atenção para aquele ponto.

As cores dos links:

Quando um link é definido, assume pelo padrão a cor azul e um sublinhamento. Então, como fazer para alterar a cor de um link?

Clicar no menu "Format" e em "Page Colors and Background"

Em "Page Colors" ("Cores da página") se for clicado "Reader's Default colors (Don't set colors in page") ( Cores padrão do leitor ("Não definir as cores da página") ), as cores dos links serão as cores padrões da Internet.


Já, se for assinalado "Use costume colors" ("Usar cores personalizadas") pode-se escolher todas as cores dos textos da página.

Portano, pode-se personalizar as cores dos links, adequando-as às cores já existentes na página. Há várias opções:

- Texto normal - Normal text = texto da página,
- Link - Link text = link,
- Link ativo - Active link = link, no momento em que é clicado,
- Link visitado - Followed link = link que já foi clicado, ou seja, já visitado.

Clicar no retângulo referente a cada tipo de texto. Surgirá a janela de cores e cada cor pode ser escolhida normalmente.
Deve-se escolher a cor desejada e, depois, clicar em "Ok".

Como criar links?

Escolher arquivos de imagem que tenham tamanho menor que 6 kb's (se estiver no LabInfo, pode-se procurar na subpasta pqnos). Copiar para A:\ os arquivos desejados.

Como são os links?

Os links são compostos por:
- Âncora - é o "ponto de chegada", o destino (target), ou seja, onde se quer chegar.
(Como é o caso da frase " Já, se for assinalado "Usar cores personalizadas"..., mais acima)

- Link - é o "ponto de partida", o local de onde se parte, ou seja, onde se clica.
( Como é o caso de personalizadas, mais acima).


4. As Opções de Internet permitem-lhe guardar as páginas visualizadas numa pasta com o nome “Temporary Internet Files” para futura apresentação?
Sim, mas ao fim de algum tempo desaparece.


5. A segurança disponibilizada nas Opções de Internet permite-lhe adicionar “sites restritos”. Qual o sinal que deve pressionar para o efeito?
O sinal de proibido.

Trabalho realizado por:
Vanessa nº42
Rosana nº37

  1. É possível navegar “offline”?

Sim, desde que se tenha feito um download prévio da página.

2. Em que consiste a World Wide Web (www.)?

O Worl Wide Web é uma teia de informação que engloba o mundo inteiro.

3. Defina “link”.

Link é uma hiperligação.

4. As Opções de Internet permitem-lhe guardar as páginas visualizadas numa pasta com o nome “Temporary Internet Files” para futura apresentação?
Sim, mas ao fim de algum tempo desaparece.


5. A segurança disponibilizada nas Opções de Internet permite-lhe adicionar “sites restritos”. Qual o sinal que deve pressionar para o efeito?

O sinal de proibido.

Trabalho realizado por:
Susana nº39
Daniel nº26

domingo, junho 25, 2006

Arte Urbana: Graffiti

O que é prometido, é devido. Aqui está o nosso post após a realização do nosso trabalho projecto. Conseguimos acabar todas as nossas etapas dentro dos tempos estabelecidos, como a pesquisa de informação, a estruturação do site em *.html, a adaptação de uma pequena introdução para o nosso web site, a realização do relatória e a publicação do balanço do trabalho projecto.


O nosso trabalho consistiu na realização de um WebSite sobre um tema bastante actual: O Graffiti como uma forma de expressão, sendo esta um forma de Arte Urbana




Os graffiti aparecem por toda parte – nas redondezas das escolas, nos locais onde moramos, em locais publicos, etc.

Há graffiti e graffiti: uns são uma obra de arte, pois exprimem uma certa magia, mas também há alguns que quebram a honra das pessoas que fazem esses maravilhosos desenhos, pois apenas estragam. São esses graffiti que nós vemos nas escolas, prédios, muros, etc.

Este também exprimem sentimentos significativos por parte de quem os faz, pois é por isso que os desenham. Um indivíduo que faz graffiti deve ter orgulho e inspiração no seu trabalho, para que seja criativo e significativo, para que as pessoas os possam apreciar de maneira positiva, e saberem que os graffitis não são o que eles pensam.

Isto e muito mais no nosso website: http://grafzone.no.sapo.pt .

Esperemos que gostem:
Jorge Terra
Patrícia Serpa
Anuraj Parmanande
Leandra Sweet

AKA JpaL

SIM AO GRAFFITI E NÃO AOS RABISCOS

Balanço Trabalho Projecto

Aqui estão as respostas do balanço do nosso trabalho projecto, que foi a construção de um WebSite sobre a Arte Urbana.

1. O tema foi interessante? Foi útil?
Sim, o tema foi bastante e interessante e achamos que também foi útil, porque há muita gente que condena a forma de expressão que trabalhamos no nosso projecto.

2. Permitiu aprender coisas novas?
Sim, bastantes. Não só sobre a Arte Urbana, mas também sobre a utilização dos programas de manipulação de *.html (Macromedia Dreamweaver) e de *.fla (Macromedia Flash).

3. Gostaram de desenvolver o Trabalho de Projecto?
Gostamos bastante. Conseguimos desenvolver o nosso trabalho acima das espectativas, porque é um tema que nos ajudou muito para o seu desenvolvimento.

4. Conseguiram a colaboração de outros professores?
Não, mas também não foi necessária.

5. Sentiram todo o apoio do professor?
Sim. Expunhamos sempre as nossas dúvidas à professora e informávamos sempre a professora sobre o desenvolvimento e sobre as dificuldades sentidas no trabalho.

6. Sentiram que os colegas de grupo se empenharam?
Sim. Cada elemento do grupo cumpriu as suas funções que tinhamos estabelecido inicialmente quando planeamos as tarefas. Houve foi o problema da apresentação, porque uns sentiam-se mais à vontade do que outros para apresentar o trabalho, mas isso depende também da maneira de ser e de estar das pessoas.

7. Acham que os colegas de grupo gostaram de realizar o trabalho?
Gostamos os quatro de realizar este trabalho projecto, porque foi um tema que interessava a todos os membros do grupo.

8. Os restantes colegas gostaram?
Sim. Foi possível verificar muita atenção por parte dos restantes colegas.

9. O trabalho foi divulgado? Teve impacto positivo junto de quem o viu?
Sim, foi divulgado pela turma e esta disponível em http://grafzone.no.sapo.pt. Os espectadores sentiram-se mais informados acerca de esta temática.

10. Que aspectos negativos encontraram no desenvolvimento do Trabalho de Projecto?
Nenhuns, a não ser inexistência de softwares editores de páginas *html e internet rentável nos computadores da escola.

11. Quais as principais dificuldades que encontraram?
A pouca experiência que possuiamos acerca dos softwares Macromedia Dreamweaver e Macromedia Flash.

12. Que aspectos positivos realçam do desenvolvimento do Trabalho de Projecto?
Ganhamos experiência para fazer pelo menos uma página web básica. Conseguimos cumprir o que planeámos e superámos todas as nossas dificuldades. E no meio de isto tudo, aprendemos muitas mais coisas sobre a Arte Urbana.

13. O que evitariam fazer se tivessem de refazer tudo?
Evitaríamos a criação de muitos textos corridos.

14. Que conselhos gostariam de deixar aos colegas acerca do Trabalho de Projecto?
A criação de páginas web é muito mais difícil do que parece. Para criá-la como deve ser têm de ser organizados e saber gerir muito bem o tempo. A paciência é um factor muito importante para as suas construções.

15. Como poderão dar continuidade a este trabalho?
Vamos dar continuidade ao trabalho com a manutenção desta página web. Haveremos também de fazer mudanças ao visual da página de forma a garantir uma maior usabilidade por parte dos utilizadores. Esperemos conseguir o seu visual para o formato de flash, o que possibilita uma maior dinâmica no WebSite.



Este foi um trabalho realizado pelos alunos:
Jorge Terra
Patricia Serpa
Anuraj Parmanade
Leandra Sweet


AKA JpaL


SIM AO GRAFFITI, NÃO AOS RABISCOS

Respostas do trabalho sobre a "Internet"

1. É possível navegar “offline”?
Sim, é possível navegar na internet offline. Isto só é possível caso tenhamos feito o download da página antes de desligar a Internet e instalado a informação no computador. Para navegar offline basta ir a Ficheiro e seleccionar a opção Trabalhar offline.


2. Em que consiste a World Wide Web (WWW)?
A World Wide Web é uma gigantesca rede de milhares de computadores, que permite ter acesso a textos, gráficos, sons e imagens. Desenvolvida em 1980 no Laboratório Europeu de Física de Partículas (CERN), em Genebra, a Web tem como característica principal o facto de nos permitir passar de umas páginas para outras através de "hyperlinks". É por esse motivo que, à frente de todos os endereços da World Wide Web, aparecem as letras http://, que siginficam Hypertext Transfer Protocol.
Cada computador ligado à Web tem um endereço próprio, a que se chama URL – Uniform Resource Locator. Estes endereços têm normalmente um domínio de topo, o último sufixo do URL, que indica o tipo de "sites" de que se trata. Os domínios de topo mais comuns são: .com (sítios comerciais), .org (organizações sem fins lucrativos), .gov (sítios ligados ao Governo dos EUA), .mil (sítios militares norte-americanos) e .edu (escolas e universidades norte-americanas). Cada país tem também o seu domínio de topo – .pt para Portugal, .uk para Reino Unido, .br para Brasil, etc. Esta forma de organização, como facilmente podemos perceber, permite-nos adivinhar um endereço de um qualquer "site", mesmo sem o conhecermos.

É aquele cuja utilização está mais vulgarizada perante todo o tipo de utilizadores, uma vez que é o que possibilita a sua utilização e consulta via Browser. É o aplicativo da Internet onde se situam as páginas que contêm a informação oriunda de todo o mundo, as imagens, a música, a que acedemos sempre que sentimos necessidade ou curiosidade.
Para aceder aos milhões de páginas que a WWW contém, utilizamos os motores de busca
(search engines), mediante a digitalização de palavras chave, o mais específicas possíveis, para evitar encontrar milhares de documentos sobre o assunto. Navegar na Internet é extremamente fácil e atractivo. A dificuldade está em sermos objectivos e não nos deixarmos seduzir pela informação encontrada, para não corrermos o risco de ir à procura de um tema sobre desporto e nos depararmos a obter informações sobre doenças, por exemplo. Isto porque as páginas da Internet, ou sites, dão acesso a outras páginas do mesmo documento ou a sites de páginas de locais de qualquer outra parte do globo. Este processo concretiza-se por meio de «links», ou seja de ligações de que nos apercebemos ao deslizar o cursor do rato sobre palavras, ícones ou imagens.
As páginas da Internet apresentam-se com aspectos diversificadíssimos. Tanto podem ser estáticas, contendo apenas texto, como altamente criativas e imaginativas, contento imagens, som e video-clips. A visualização da informação na WWW é conseguida através do browser, que está disponível através da utilização da linguagem HTML. Para navegar na WWW utiliza-se software específico, sendo o Microsoft Internet Explorer e o Netscape Navigator Gold os mais utilizados.


3. Defina “link”.
Uma hiperligação, ou simplesmente uma ligação (também conhecida pelos estrangeirismos de, hyperlink e link), são uma referência de um documento em html para outro documento ou para outro recurso. A hiperligação pode ser combinada como uma rede de dados adequada e assim pode ser usada para ter acesso directo ao recurso referenciado, podendo ser gravado, visualizado ou mostrado como parte do documento. Assim, os links contribuem para o aumento da "usabilidade" das páginas.
As hiperligações fazem parte das fundações da World Wide Web (WWW
), tendo sido criada por Tim-Berners-Lee.
A palavra inglesa "link" entrou na língua portuguesa devido ao extenso vocabulário derivado da linguagem de informática (em especial da Internet
), servindo de abreviatura para designar as hiperligações de hipertexto. O seu significado pode estar interligado com "atalho" ou "ligação". Através dos links é possível produzir arquivos não lineares ou simplesmente inserir ilustrações num arquivo de texto.


4. As Opções de Internet permitem-lhe guardar as páginas visualizadas numa pasta com o nome “Temporary Internet Files” para futura apresentação?
Sim. No menu “Ferramentas” da barra de menus podemos seleccionar “Opções da Internet” que nos remete para uma janela que, no separador geral, estão várias opções como por exemplo, a actualização ou eliminação dessas páginas, e também o local onde a pasta “Temporary Internet Files” é guardada. Se formos a essa localização podemos verificar os ficheiros que existem.


5. A segurança disponibilizada nas Opções de Internet permite-lhe adicionar “sites restritos” . Qual o sinal que deve pressionar para o efeito?
O terceiro: tendo uma imagem indêntica ao da sinalização de "proibido"




Trabalho realizado por:
Jorge Suati Cardoso da Terra
10ºB Nº30
Anuraj Quiran Parmanande
10ºB Nº25

sexta-feira, junho 23, 2006

1. É possível navegar “offline”?
Sim.desde que se tenha feito,previamente, o download da página.

2. Em que consiste a World Wide Web (www.)?
É uma rede de informação que engloba todo o mundo e que nos permite aceder a páginas do mundo todo.

3. Defina “link”.
é uma hiperligação.

4. As Opções de Internet permitem-lhe guardar as páginas visualizadas numa pasta com o nome “Temporary Internet Files” para futura apresentação?
Sim, mas ao fim algum tempo de estar guardada sem utilização ela acaba por desaparecer.


5. A segurança disponibilizada nas Opções de Internet permite-lhe adicionar “sites restritos” . Qual o sinal que deve pressionar para o efeito?
O sinal de proibido.


Andreia Pereira
Daniela Resende
Sara Maciel
1-Sim.

2-A World Wide Web ou "WWW" para encurtar ("teia do tamanho do mundo", traduzindo literalmente) é uma rede de computadores na Internet que fornece informação em forma de hiper texto. Para ver a informação, pode-se usar um software chamado navegador (browser) para descarregar informações (chamadas "documentos" ou "páginas") de servidores de Internet (ou "sites") e mostrá-los na tela do usuário.

3-É uma ligação a um outro documento ou outro recurso, como por exemplo a Internet.

4-Não.

5- É o sinal de proibido.

Luís Filipe Fraga Serpa
10b Nº32

domingo, junho 11, 2006

Usabilidade

Este termo, utilizado na informática, refere-se à facilidade a que uma página web é atendida, baseando-se na interactividade e na utilidade das opções que são dispostas ao utilizador. Assim, quanto maior esta interactividade e utilidade, maior a usabilidade. Segundo os padrões ISO a usabilidade é a extensão na qual um produto pode ser usado por utilizadores específicos para alcançar os seus objectivos com eficiência e satisfação num contexto especial de uso.
Logo, este é um termo usado para ter em conta a estrutura de um site. A interface deverá então ser:

  • De Fácil compreensão – o utilizador deve perceber facilmente o modo de utilização da interface;
  • Atractiva – com uma interface que chame a atenção ao público;
  • Padronizada – para que haja consistência na interface e o utilizador tenha confiança;
  • Eficiente – raramente há obstáculos à utilização e quando os há são rapidamente ultrapassáveis. Sinónimo também de uma grande produtividade;
  • De Fácil Memorização – o utilizador sabe como agir, mesmo após uma grande ausência;
  • Satisfação – o utilizador satisfaz-se com a interface.

Então, tal como nos explicou a nossa professora de TIC, a usabilidade é um termo que, apesar dos utilizadores não ligarem muito, faz com que a qualidade Internet seja muito maior.
Este trabalho foi realizado por Anuraj Parmanande com uma pesquisa de dados no motor de busca “Google”.

sexta-feira, junho 09, 2006

Conceito de Usabilidade é uma metodologia científica aplicada na criação e remodelação de interfaces de sites, intranets, aplicativos, jogos e produtos de modo a torná-las fáceis de aprender e de usar.

Benefícios da Usabilidade
Maior número de transações bem sucedidas no site, diminuição da evasão de usuários por desistência, aumento da eficiência de seu site, custo menor de suporte e treinamento, maior fidelidade do usuário ao seu aplicativo e percepção positiva da empresa.

Daniela Resende nº 27
Sara Maciel nº 38
Susana Figueiredo nº 39
Conceito de Usabilidade

Usabilidade significa maior flexibilidade e de maior interacção, tendo em conta as necessidades do utilizador e o contexto em que este está inserido.
Usabilidade é um termo usado para definir a facilidade com que as pessoas podem empregar uma ferramenta ou objecto a fim de realizar uma tarefa específica. A usabilidade pode também se referir aos métodos de mensuração da usabilidade e ao estudo dos princípios por trás da eficiência percebida de um objecto.
Botões e informações nos devidos locais com sua hierarquia de importância; cores e diagramação intuitivas e adequadas; comportamento adequado ao público. Isto é usabilidade em acção. Quando um produto é usável, nem se pensa no conceito de usabilidade. O problema está quando o produto não se adequa ao utilizador. A usabilidade é um caminhar progressivo em direcção ao utilizador e não o contrário.


A usabilidade serve para:
Simplificar
Rentabilizar
Optimizar
Facilitar
Melhorar
Acelerar


Trabalho realizado por:
Ana Pereira
Andreia Pereira
Tatiana Cardoso

terça-feira, junho 06, 2006

“Conceito de usabilidade”

Usabilidade é um conceito que é usado para definir a facilidade com que um utilizador encontra informação, navega em páginas web. Se se disser que um site é útil significa que esse mesmo é de fácil navegação e o utilizador tem o interface desejado sem recorrer a instruções ou ajudas. Por exemplo se um site for útil o utilizador pode descarregar informação aceder a novas áreas da página e navegar livremente para onde desejar sem complicações e tarefas árduas. Portanto o conceito de usabilidade é usado para definir se um site tem bom interface entre o utilizador e a informação. Podemos assim comparar sites e julga-los sabendo qual deles e mais útil.

Nelson Naia 10ºB nº33
“Conceito de usabilidade”

Usabilidade é um conceito que é usado para definir a facilidade com que um utilizador encontra informação, navega em páginas web. Se se disser que um site é útil significa que esse mesmo é de fácil navegação e o utilizador tem o interface desejado sem recorrer a instruções ou ajudas. Por exemplo se um site for útil o utilizador pode descarregar informação aceder a novas áreas da página e navegar livremente para onde desejar sem complicações e tarefas árduas. Portanto o conceito de usabilidade é usado para definir se um site tem bom interface entre o utilizador e a informação. Podemos assim comparar sites e julga-los sabendo qual deles e mais útil.

Nelson Naia 10ºB nº33

"Conceito de Usabilidade"

Usabilidade é um termo usado para definir a facilidade com que as pessoas podem empregar uma ferramenta ou objecto com objectivo de realizar uma tarefa específica. A usabilidade pode estar também interligada com os métodos de medição da usabilidade e ao estudo dos princípios por trás da eficiência percebida de um objecto.
Na Interação Humano-computador e na Ciência do Computador, usabilidade normalmente se refere a simplicidade e facilidade com que um programa de computador ou um website pode ser utilizado. Este termo também é utilizado no contexto de produtos, como, por exemplo, aparelhos electrónicos, em áreas da comunicação e em materiais de informação, como manuais, documentos e sites de apoio online.

O conceito de usabilidade é fundamental na confecção de web sites, para que fiquem cada vez mais simples. Além disso, este é um campo de trabalho que cresce a cada dia, com oportunidades ligadas ao planeamento de sites e aos testes de usabilidade. Por isso, o Senac e a Jump Solutions realizaram recentemente a Oficina Executiva de Usabilidade e a Experiência do Usuário, com o objectivo de ensinar como construir sites.
O conceito de usabilidade é fundamental no desenvolvimento de ferramentas de tecnologia, para que os sites e os sistemas sejam mais interactivos. A usabilidade na web consiste em adaptar a informação ao site de forma eficiente, garantindo assim facilidade no seu uso. Especialmente na educação, no comércio electrónico e nas transacções financeiras, este conceito é fundamental.
Para um profissional que se interesse em trabalhar nessa área deve focar-se só nesse assunto, porque exige muito estudo, dedicação e também permite aprender muitas coisas desde Marketing, à Psicologia, à Antropologia, à imagem Gráfica, à Ciência da Computação, ao Design Gráfico e ao Desenho Industrial. Qualquer pessoa pode trabalhar com usabilidade, desde que o profissional tenha interesse pela Internet, goste da questão da experiência, seja curioso, e se interesse por estudos comportamentais. Também pode trabalhar nesta área porque o principal “objectivo” da usabilidade é satisfazer os usuários dos sites e os seus desejos.
A maneira mais fácil de saber se um site tem problemas de usabilidade é:
- Menu com itens que significam a mesma coisa, exibidos na mesma página.
- Scrollbar (barra de rodagem) que não parece uma scrollbar, confunde-se com o layout (desenho) da página.
- Elementos interactivos que não parecem interactivos, como uma foto sem link.


Trabalho realizado por:
Jorge Terra
10ºB Nº30

sábado, junho 03, 2006

Conceito de usabilidade

Conceito Usabilidade

Este conceito associa-se ás visitas na Internet. Mas como é que este conceito se relaciona?
A usabilidade tem a haver com a disponibilidade da informação num site.
Num site a informação pode estar bem apresentada e bem organizada, contudo, em certos sites a informação pode estar confusa e mal organizada, o menu pode estar desorganizado e não apresentar um fácil acesso.
A usabilidade é a organização da informação, e se estiver bem organizada então o site apresenta uma alta usabilidade.
Algumas vezes os sites apresentam uma certa confusão quanto à sua organização, todavia estes têm um sistema de “pergunta resposta” e este sistema está bem organizado, isso também contribui para a sua usabilidade.
Se uma pessoa pesquisar sobre alguma coisa e a encontrar facilmente, então esse site possui também uma alta usabilidade.
Na interacção humano-computador e na Ciência da Computação, usabilidade normalmente se refere a simplicidade e facilidade com que uma interface, um programa de computador ou um site pode ser utilizado.
Usabilidade está directamente ligada ao diálogo na interface, é a capacidade do software em permitir que o usuário alcance suas metas de interacção com o sistema. Ser de fácil aprendizagem, permitir utilização eficiente e apresentar poucos erros são os aspectos fundamentais para a percepção da boa usabilidade por parte do usuário. Mas a usabilidade pode ainda estar relacionada com a facilidade de ser memorizada e ao nível de satisfação do usuário.

Trabalho realizado por:
Luís Serpa 10 B Nº32
Daniel Rafael 10 B Nº26




Google